domingo, 11 de dezembro de 2011

Pra não esquecer

Alene Lins e seu filho, Arthur.
Alene Lins é uma amiga jornalista com quem convivi pouco, pessoalmente, mas com quem mantenho uma ligação virtual constante. Ela vive na Bahia de Todos os Santos, mais precisamente, em Salvador. Experimentou o jornalismo e escolheu a academia. É uma transferidora de conhecimentos. Ensina novas gerações de comunicadores a ler, pensar, experimentar e, por fim, transferir conhecimento, outra vez.  E assina um blog que tem no título uma confissão  que eu julgo desnecessária "Antes que me esqueçam". Penso que quem conhece a Alene não vai esquecê-la com facilidade. Mas, vá lá...

Há pouco, Alene postou um texto falando da sua vontade de estar perto dos amigos. Daqueles que se fizeram presentes em várias etapas da sua vida, daqueles que se foram, mas não passaram. Dos que estiveram, mas não se foram. Daqueles amigos aos quais nem querendo a gente esquece. Se quiser dar uma olhadinha no bom texto dela, é só clicar aqui.

Seu roteiro de amizades cruza oceanos, rios e montanhas. Corta o Brasil de Norte a Sul. E para no coração. Exatamente como acontece às amizades verdadeiras. Pensando na impossibilidade de fazer o roteiro e festejando a existência dessa infovia virtual e ilimitada, Alene indica um vídeo que é a mais sincera tradução desse sentimento.

O filme faz parte do projeto "Playng for Change". Uma idéia legal, que une cantores, músicos, instrumentistas de várias partes do mundo, cantando ao mesmo tempo a mesma canção. É um trabalho refinado, profissional, caro e dedicado. A idéia central do projeto é que tocando ou cantando, é possível conectar e melhorar o mundo.

Alene dedica a música aos amigos distantes. Muitos dos amigos dela são meus amigos também. Então, divido com vocês o filme e a alegria de poder alcançar tanta gente distante, de uma forma tão próxima. E, antes que eu me esqueça, amigo assim, a gente não esquece. Nem querendo. Viu, Alene!

3 comentários:

  1. Maranhão, penso que não é pelo tempo de convivência, mas pela qualidade desta, que amamos nossos amigos, sejam reais ou virtuais. Você é um dos que, Deus permitindo, quero mais abraços. No coração.

    ResponderExcluir
  2. Sinta-se abraçada, sempre, Alene querida.

    ResponderExcluir
  3. O vídeo é maravilhoso, Maranhão e Alene. Obrigado pela dica!
    Desejo excelentes festas de fim de ano para vocês. E que 2012 seja repleto de amigos, de todas as idades, de todas as cores, de todos os gostos, de todas as partes do mundo! Amigos reais e/ou virtuais!

    ResponderExcluir