terça-feira, 14 de junho de 2011

25 sem Borges

Acabo de descobrir: Está fazendo 25 anos que Jorge Luis Borges se foi. Ele é outro dos meus escritores preferidos. E, por isso, não acho justo deixar a data passar em branco.

Na pressa e sem poder parar agora, recorro a um texto que já publiquei aqui. Um texto que escrevi assim que terminei de ler "Atlas", o livro viagem que ele escreveu com a ajuda de Maria Kodama, sua companheira. Borges já estava cego nessa época. Mesmo assim, decidiu percorrer o mundo e registrar a sua "visão" a partir de outros sentidos.

Por ele, por Maria e pelo tanto que ele significa para a literatura sulamericana, creio que a republicação é o mínimo que posso fazer. Clic no link ai embaixo e boa leitura. 

http://maranhaoviegas.blogspot.com/2010/10/os-poetas-podem-ver-no-escuro.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário