domingo, 9 de maio de 2010

O dia dela!


Depois que a gente cresce, o dia das mães ganha um outro sentido. Se distancia do comercial, que leva multidões insandecidas às lojas e que aumenta o faturamento das empresas.

O sentido que eu penso que muda é a forma da gente compreendê-las. É mais leve a forma de amar. É mais viva a forma de acolher. Falo da minha mãe, mas penso verdadeiramente que acontece assim com todos os filhos e com todas as mães.

Pensando assim e vasculhando os meus guardados, encontrei uma fotografia que traduz bem essa idéia. É com ela que presto a minha homenagem a Dona Isabel. E com ela, alcanço também meus irmãos. Que a vida seja cada vez mais viva, para todos nós.

A foto, lá em cima, foi feita num desses dias de almoço em família, domingão mesmo. Eu, Isa, Isanor, Iram e Ildenor, resolvemos dar uma mãozinha à Dona Isabel, mãe de todos nós.)

4 comentários:

  1. Tinha pudim de leite???? Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Pois é, a D. Isabel é a mãezona, que cuida, protege, ama, e acima de tudo, fonte de força e exemplo de que é possível educar filhos sem perder a ternura, jamais.
    Obrigada, mãe, nós continuamos aprendendo.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Claudinha! Olha, não teve pudim, não. D. Isabel ganhou folga na cozinha. Mas promete fazer um pudim essa semana. Hummm!....

    ResponderExcluir
  4. Linda a homenagem..E a foto uma MARAVILHA.Um abraço carinho à D.Isabel e todos!!!

    ResponderExcluir